O comércio exterior catarinense está mais vulnerável?


No mundo todo, o comércio exterior representa um grande fator estratégico para as empresas. A partir de movimentos de globalização, iniciados desde a década de 1960, a participação das exportações no PIB mundial passou de 11% para cerca de 30%, em 2016. Tal movimento não foi acompanhado na mesma proporção pelo Brasil, que aumentou a sua parcela de exportações de 7% para 12%, no mesmo período.


Ainda que o peso destas exportações não seja tão elevado no Brasil (e também em Santa Catarina, conforme esta pesquisa), a estratégia de conduzir os produtos internos para o mercado externo tem sido relevante para diminuir riscos atrelados à economia local.


Outro elemento de risco é manter grau elevado de dependência em relação ao número de produtos e de países de destino das exportações, uma vez que o impacto dos choques externos relacionados aos produtos ou parceiros comerciais tornam-se mais relevantes.


Nesse sentido, o Observatório FIESC tem acompanhado o nível de concentração dos produtos e dos países que se relacionam comercialmente com Santa Catarina, tanto nas exportações como nas importações. Neste ano, além da manutenção da tendência de aumento da concentração dos destinos das exportações, apresenta-se também um repentino aumento da concentração dos produtos, interrompendo a tendência de queda desde 2012.


Deste modo, ainda que as exportações tenham alcançado o maior nível histórico em agosto de 2018, é preciso considerar que os três maiores destinos dos produtos catarinenses, que são China, Estados Unidos e Argentina, estão em posições de incerteza econômica, seja pela guerra comercial ou pela crise interna. Estes fatores dão tons de incerteza quanto a sustentabilidade do montante exportado, ao mesmo tempo em que são reforçadas as oportunidades de diversificação de mercados a serem exploradas.


Evolução da Concentração das exportações e importações catarinenses

*A concentração foi calculada a partir do Índice de Herfindahl e os dados de 2018 são referentes até Agosto de 2018.


Fonte: Observatório FIESC e MDIC.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001