Investimentos no país e no exterior voltam a crescer


De acordo com Panorama do Investimento Direto no País (IDP), divulgado pelo Banco Central, os ingressos líquidos somaram US$68,5 bilhões em 2017, o que representa 3,3% do PIB brasileiro.


Os fluxos de IDP nacionais haviam mostrado queda brusca em 2015, recuperando-se parte em 2016 e em 2017, com crescimento de 9,2%.




Entre os principais fluxos destes investimentos, destaca-se a movimentação na Participação do Capital, que incluem os lucros reinvestidos e totalizam US$ 64 bilhões (93,4%) do total de IDP, e as Operações Intercompanhia, com total de US$ 5 bilhões.


Segundo o Banco Central, o aumento de ingressos de capital destinado à Participação no Capital deve-se ao aumento da concentração de transações acima de US$ 1 bilhão.


Já os Investimentos Diretos no Exterior subiram 13% e os fluxos líquidos atingiram US$ 19,4 bilhões.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001