Inflação mais branda e crescimento da dependência da China em destaque (13/11)


O Banco Central divulgou ontem (13/11) a previsão da inflação em 2018. Os resultados indicam que a mediana das projeções dos economistas do mercado para a inflação oficial em 2018 teve nova queda, indo de 4,40% para 4,23%, conforme destacou o Valor Econômico. Para 2019, a expectativa para a alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) teve um leve ajuste, de 4,22% para 4,21%. Para os próximos 12 meses, a estimativa passou de 3,91% para 3,80% de elevação.


O Valor Econômico divulgou hoje uma matéria sobre o crescimento da dependência brasileira da China, resultado do efeito Trump. De acordo com o jornal, a disputa comercial liderada pelo americano Donald Trump contra a China já é sentida pelo Brasil, que nunca foi tão dependente das exportações para o país asiático como em 2018.

Como resultado do conflito comercial com os EUA, a China comprou mais produtos básicos brasileiros (grãos, carnes e minério, por exemplo). O desempenho fez os chineses aumentarem sua vantagem como maior parceiro comercial do Brasil. Os EUA, segundo lugar nas exportações, têm menos da metade: 12%.


Economia


Mercado vê inflação mais branda, aponta FOCUS - Valor Econômico


Bolsonaro diz que previdência deve ficar para 2019 - Valor Econômico


Economistas propõem a Bolsonaro o fim da estabilidade no serviço público - Época


Espero que Arábia Saudita e OPEP não cortem produção de Petróleo, diz Trump - Estadão


Petrobrás vai reduzir o preço da gasolina nas refinarias outra vez - Gazeta Online


IBGE diz que falta de pessoal ameaça plano de trabalho e Censo 2020 - G1


Sob efeito Trump, cresce dependência brasileira da China - Valor Econômico

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001