Importações superam 2014 e batem recorde no ano

Em dezembro de 2019, as exportações de Santa Catarina somaram US$ 713,9 milhões e as importações US$ 1.399 milhões. Na comparação com o mês anterior, as exportações cresceram 5,22%, e as importações cresceram 8,07%. Frente ao mesmo mês do ano anterior, as variações foram de -13,6% e de 32,85%, respectivamente. De janeiro a dezembro deste ano, o volume exportado totaliza um montante de US$ 8.849 e o importado US$ 16.907. Esse resultado representa um recuo de -4,57% nas vendas e de 9,29% nas compras do ano.


As exportações catarinenses fecharam o ano em queda. Na comparação com 2018, as vendas externas recuaram 4,6%. No Brasil o cenário é semelhante, com recuo 6,4%. O resultado negativo das exportações de Santa Catarina foi impulsionado pela queda das vendas de soja. Terceiro principal produto da pauta exportadora catarinense, com participação de 7,4%, as vendas desse grão caíram 31,5% no ano.


A queda do valor da soja exportada pelos catarinenses está associada ao menor volume de vendas para o Uruguai, com recuo de 95,7%, o que representa um montante de US$ 2 milhões; e Rússia, com queda de 88,7% e variação absoluta de -US$ 3.396 milhões. Houve queda também para a China, o principal parceiro comercial catarinense deste produto, com retração de 37,1% na comparação com 2018. Com isso, o estado deixou de vender um montante aproximado de US$ 325 milhões.


Apesar do cenário de queda, destacam-se as vendas de carnes de aves e de carne suína se mantendo como os principais produtos exportados no ano. As vendas de carne suína fecharam o ano com crescimento de 35%, tendo como principal destino a China (US$ 413 mi). Já as carnes de aves cresceram 2,12% no ano. Neste caso, as vendas foram destinadas principalmente ao Japão (US$ 344 mi) e a China (US$ 264 mi).


Neste cenário, a China se consolida como o principal destino dos produtos exportados por Santa Catarina. Apesar da queda de 6,78% no ano, as vendas para a China representam 15,4% da pauta exportadora catarinense, resultado principalmente das exportações de soja (US$ 551 mi), das exportações de carne suína (US$ 413 mi) e de carnes de aves (US$ 264 mi).


Além de ser o maior destino das exportações catarinenses, a China também desponta como o principal parceiro comercial das compras do estado. Com 19,9% de crescimento no ano, o país asiático detém 36% de todas as compras dos catarinenses.


Em segundo lugar aparece a Argentina, com 8,8% de participação na pauta importadora, com crescimento de quase 14%. Este desempenho argentino está associado às compras de carros, que são o maior destaque da importação de Santa Catarina nos últimos anos. Após um crescimento de cerca de 300% em 2018 e 32% em 2019, o produto fecha o ano como o principal produto da importação catarinense.


Associado este desempenho aos aumentos da importação de fios sintéticos e pneus de borracha, o valor total das compras externas catarinenses chegou a US$ 16,9 bilhões, batendo o recorde histórico ao superar o valor importado em 2014 (de US$ 16,1 bilhões).

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001