Impactos da guerra comercial e reforma trabalhista em destaque (12/11)



A guerra comercial entre a China e os Estados Unidos já está beneficiando o Brasil, conforme noticiou o jornal Valor Econômico. Conforme matéria divulgada, os chineses, que responderam pela compra de 22,5% das exportações brasileiras de janeiro a outubro do ano passado, ampliaram essa participação para 26,8% nos dez primeiros meses deste ano.


Os impactos da reforma trabalhista já estão sendo sentidos no comércio. De acordo com o Jornal do Brasil, as empresas do comércio economizaram neste ano, até agosto, R$ 748,7 milhões em indenizações aos empregados por causa da reforma trabalhista, que entrou em vigor no dia 11 de novembro de 2017. Até o fim deste ano, essa redução de gastos pode chegar a quase R$ 1 bilhão.


Confira todas as matérias de destaque:


Economia

Economistas começam a projetar alta da Selic apenas em 2020 - Valor

Joaquim Levy será o presidente do BNDES - Estadão


‘Estados terão de se esforçar mais para não quebrar’, diz líder do Banco Mundial - IstoÉ


Comércio economiza R$ 1 bi com reforma trabalhista - Jornal do Brasil


Mercado de smartphones terá declínio anual pela primeira vez na história - Olhar Digital


Petrobras eleva para mais de 90% participação no mercado de gasolina e de diesel - G1


Internacional

Guerra comercial leva Brasil a ampliar as vendas à China - Valor

Arábia Saudita cogita reduzir produção de petróleo - Terra


Macron e Merkel criticam o nacionalismo de Trump e seus aliados - El País


Política

Além de extinguir Ministério da Indústria, Bolsonaro quer redução de tarifas de importação sem contrapartidas - Jornal GGN

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001