Grafeno aplicado em Têxteis

Os e-têxteis vestíveis multifuncionais têm sido um foco de muita atenção devido ao seu grande potencial para aplicações em saúde, sportswear, fitness e aeroespacial. O grafeno tem sido considerado um material potencialmente bom para esses tipos de aplicações, devido à sua alta condutividade e flexibilidade. Cada átomo no grafeno é exposto ao seu ambiente permitindo-lhe detectar mudanças em seu entorno, tornando-o um material ideal para sensores. Têxteis wearable inteligentes experimentaram um renascimento nos últimos anos através da inovação e miniaturização e revolução sem fio.


Tem havido esforços para integrar sensores baseados em têxteis em peças de vestuário, no entanto, os processos de fabrico atuais são complexos e demorados, dispendiosos e os materiais utilizados não são biodegradáveis ​​e utilizam materiais condutores metálicos instáveis.


O processo desenvolvido pela equipe do Instituto Nacional de Grafeno tem o potencial de produzir toneladas de fio condutivo à base de grafeno, utilizando maquinários têxteis existentes e sem aumentar os custos de produção. Além de produzir o fio em grandes quantidades, eles são laváveis, flexíveis, baratos e biodegradáveis.


Esses sensores podem ser integrados a um RFID com alimentação própria ou a um Bluetooth de baixa potência para enviar dados sem fio ao dispositivo móvel. "Acreditamos que o nosso processo de produção ultrarrápido para têxteis à base de grafeno seria um passo importante para a realização da próxima geração de roupas de alto desempenho", comentou o Dr. Nazmul Karim.


Um obstáculo ao avanço dos e-têxteis vestíveis tem sido os volumosos componentes necessários para alimentá-los. Anteriormente, também era difícil incorporar esses componentes sem comprometer as propriedades ou o conforto do material, que viu o surgimento de dispositivos inteligentes pessoais, como relógios de fitness.

“Para introduzir um novo material interessante, como o grafeno, em uma indústria têxtil tradicional e bem estabelecida, o maior desafio é a escalabilidade do processo de fabricação. Aqui nós superamos esse desafio produzindo materiais de grafeno e têxteis à base de grafeno usando um processo de produção rápido e ultra rápido. Nossa tecnologia relatada para produzir mil quilos de fio à base de grafeno em uma hora é um avanço significativo para a indústria têxtil ”, explicou a principal autora, que realizou o projeto durante seu doutorado.


Para saber mais sobre a notícia: Grafeno aplicado em Têxteis acesse aqui


Fonte: Innovation in Textiles, 2019. Foto: Innovation in Textiles.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001