Expectativas dos empresários desaquecem, mas permanecem otimistas

Atualizado: 29 de Mar de 2019

Os resultados da Sondagem Industrial de fevereiro mostram aumento do volume de produção, da utilização da capacidade instalada e queda do número de empregados. No Brasil o cenário é diverso, a produção registrou leve recuo, houve queda do número de empregados, a utilização da capacidade instalada manteve-se inalterada e o nível de estoques está acima do planejado.


Para os próximos 6 meses, as expectativas desaqueceram, mas mesmo diante desse cenário, as perspectivas dos empresários ainda são consideradas otimistas e projetam uma economia em crescimento neste ano de 2019. No Brasil, as expectativas dos empresários resultaram em queda do otimismo e da intenção de investir.


Desempenho da Indústria em Fevereiro de 2019


Maior nível de produção para o mês desde 2013


O índice de evolução da produção da indústria de Santa Catarina de fevereiro de 2019 registrou 56,3 pontos, crescimento de 2,1 pontos no mês. Destaca-se que o indicador se manteve estável em relação a fevereiro de 2018, sendo o melhor resultado para o mês desde 2013. O índice está acima da linha divisória dos 50 pontos. No Brasil, embora tenha crescido 2 pontos em relação a janeiro, o indicador está abaixo da linha divisória, fechando em 48,5 pontos no mês. Mesmo abaixo da linha divisória, é o maior valor para fevereiro dos últimos anos.



Atividade industrial catarinense está acima do usual


A Utilização da Capacidade Instalada cresceu 2 pontos percentuais em relação a janeiro, registrando 75% em fevereiro de 2019. No Brasil, a UCI manteve-se estável em 66% no mês. Apesar desse resultado, permanece distante dos valores observados antes da crise recente: 5 p.p. abaixo da média do indicador nos meses de fevereiro de 2011 a 2014.


O índice de utilização da capacidade instalada efetiva em relação ao usual de fevereiro aumentou 3,2 pontos em relação ao mês de janeiro, atingindo 52,3 pontos no mês. O índice ultrapassou a linha divisória dos 50 pontos, o que significa que atividade industrial do mês de fevereiro de 2019 está acima do considerado usual pela indústria. No Brasil, o índice de UCI efetiva em relação ao usual cresceu pelo segundo mês consecutivo, alcançando 43,4 pontos em fevereiro de 2019. Com esse resultado, a atividade industrial segue abaixo do usual para o mês.



Expectativas da indústria desaceleram em março


As perspectivas dos empresários catarinenses para os próximos 6 meses desaqueceram, mas permanecem acima da linha divisória dos 50 pontos, indicando manutenção do otimismo dos empresários para 2019. A queda mais expressiva foi observada na perspectiva de número de empregados, que caiu 8,3 pontos, os demais fatores também apresentaram redução nos últimos meses, mas as perspectivas quanto à matéria-prima e demanda permanecem acima do mesmo mês de 2018.

De acordo com a CNI, as expectativas dos empresários a nível nacional também foram menos otimistas em março de 2019 em relação aos meses anteriores. No caso nacional, a queda mais expressiva ocorreu nas perspectivas para compras de matérias-primas, que declinaram 1,9 pontos. Apesar da queda, todos os fatores ainda se mantém acima da linha de 50 pontos.

A intenção de investir do empresário catarinense também teve queda significativa, de 6,5 pontos na comparação com fevereiro. Esta é a maior variação negativa da série histórica e interrompe uma sequência de crescimento desde agosto de 2018.


No Brasil, a intenção de investir também mostrou queda no mês, de 1,2 ponto, alcançando a marca de 55,4 pontos. Apesar da redução, a CNI destaca que o valor encontrado se mantém 2,1 pontos acima do patamar de março de 2018 e 6,5 pontos acima da média histórica.



  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001