Expectativa de demanda para os próximos seis meses é a maior da série histórica para Santa Catarina

A Sondagem Industrial de Santa Catarina registrou expectativas ainda maiores dos industriais catarinenses para o primeiro semestre de 2020. Destaque para as expectativas de demanda com 56,1 pontos, refletindo no maior nível desde o início da série histórica para o estado; e para geração de empregos com aumento de 3,5 pontos, alcançando 56,6 pontos e mantendo-se acima da média histórica. As compras de matéria-prima, exportação de produtos e intenção de investimentos registraram aumentos de 4,3 p., 3,1 p. e 0,4 p., respectivamente.


Em relação à previsão de compras de matéria-prima, os industriais passaram a ter uma expectativa ainda maior a partir de novembro, quando foi invertida a relação de tendência da série. Por sua vez, em virtude de uma melhora no cenário nacional, a intenção de investir dos empresários alcançou o maior valor para mês em toda a série histórica disponível.


Evolução do nível de expectativas dos industriais para compras de matéria-prima nos próximos seis meses

Índices de difusão (0 a 100 pontos) *

Fonte: CNI e Observatório FIESC.

*Valores acima de 50 pontos indicam expectativa de crescimento. Valores abaixo de 50 pontos indicam expectativa de queda. Quanto mais distante dos 50 pontos, maior e mais disseminada é a variação esperada.


Desempenho da Indústria em Dezembro de 2019

Manutenção do nível de utilização da capacidade instalada


O índice de utilização da capacidade instalada manteve-se estável no mês de dezembro de 2019, quando comparado ao igual período do ano anterior. As indústrias catarinenses utilizaram 72% de suas capacidades produtivas. Esse resultado mantém a tendência positiva observada desde 2016, quando as indústrias passaram a registar um aumento na utilização da capacidade para o mês de referência.

No Brasil, o nível de utilização da capacidade instalada manteve-se abaixo da média registrada em Santa Catarina – alcançando 67%. Na comparação anual, em relação ao mesmo período do ano anterior, as indústrias nacionais registraram ampliação em sua utilização da capacidade instalada em 2019. Da mesma forma que em Santa Catarina, esse comportamento ascendente das indústrias é observado desde o ano de 2016 para o mês de dezembro.


Redução na quantidade de empregados para o mês de dezembro


Como de costume no período de final de ano, o índice de evolução do número de empregados registrou queda no mês de dezembro de 2019. Vale destacar, entretanto, que a queda se apresenta estável desde o ano de 2016, após um período de relativa instabilidade entre 2013 e 2015.


Evolução do nível de emprego nos meses de dezembro (2013-2019)

Índice de difusão (0 a 100 pontos) *

* Indicador varia no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam aumento do nível de emprego frente ao mês anterior. Valores abaixo de 50 pontos indicam queda. Quanto mais distante dos 50 pontos, maior e mais disseminada é a variação observada.

Fonte: CNI e Observatório FIESC.


Em relação ao desempenho total da indústria brasileira, a evolução do emprego industrial registrou 48,7 pontos, apresentando uma evolução de 1,5 ponto em relação ao mesmo período do ano anterior. De acordo com a CNI, o desempenho observado em 2019 foi de uma redução mais branda na quantidade de empregados para o mês de dezembro, quando comparado com anos anteriores.


Aumento das Expectativas


As perspectivas dos empresários catarinenses para os próximos 6 meses permanecem otimistas, com destaque para demanda (+6,3) e compras (+4,3). As perspectivas de geração de empregos (+3,5) e exportação (+3,1) também registraram crescimento.


Expectativas para os próximos 6 meses

Fonte: CNI e Observatório FIESC. * Valores acima de 50 pontos indicam expectativa de crescimento.


No que se refere às expectativas nacionais, os empresários iniciam o ano mais otimistas. Todos os índices de expectativa mostram altas, em sua maior parte significativas, na passagem de dezembro de 2019 para janeiro de 2020. Destaque, principalmente, as expectativas de demanda que registraram expansão de 3,1 pontos no mês.


Enquanto isso, a intenção de investimento para Santa Catarina cresceu 0,4 pontos, registrando 68,2 pontos em dezembro. Esse resultado é o melhor para o período nos últimos anos, evidenciando o um cenário econômico mais favor

*Indicadores variam no intervalo de 0 a 100. Valores acima de 50 indicam expectativa positiva.

Fonte: CNI e Observatório FIESC.


No Brasil, o índice de intenção de investimento foi de 59,2 pontos, com o crescimento de 1,1 ponto em relação às perspectivas do mês de dezembro. É o quarto aumento consecutivo do índice, que acumulou alta de 5,7 pontos no período.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001