Estoques diminuem, mas perspectivas econômicas seguem em baixa

Os resultados da Sondagem Industrial catarinense de abril mostram leve recuo do volume de produção e do número de empregados. No Brasil, o nível de atividade permanece baixo, com elevada ociosidade do parque produtivo, e a indústria está trabalhando com estoques indesejados pelo terceiro mês consecutivo


Para os próximos 6 meses, as expectativas catarinenses também desaqueceram, mas mesmo diante desse cenário, as perspectivas dos empresários ainda são consideradas otimistas. No Brasil, a CNI aponta que os empresários estão menos otimistas.



Desempenho da Indústria em Abril de 2019

Queda no nível de produção


O índice de evolução da produção da indústria de Santa Catarina de abril de 2019 registrou 51,6 pontos, leve recuo de 0,3 ponto no mês. Mesmo em queda, o índice está acima da linha divisória dos 50 pontos, o que indica crescimento em relação ao mês anterior. No Brasil, o indicador se manteve abaixo da linha divisória, fechando em 49,6 pontos no mês de abril, 0,8 ponto acima do registrado no mês de março.



Estoque da indústria é excessivo


O nível de estoque efetivo em relação ao planejado recuou 1,6 pontos, atingindo 54,7 pontos em abril. Com esse recuo, o índice se aproxima da linha divisória dos 50, indicando que o nível de estoques se aproxima do usual.

No Brasil, o índice de nível de estoque efetivo em relação ao usual manteve-se praticamente estável, passando de 51,2 pontos em março para 51,3 pontos em abril, mostrando que a indústria acumula estoques em excesso.



Expectativas da indústria desaquecem em maio


As perspectivas dos empresários catarinenses para os próximos 6 meses desaqueceram, mas permanecem acima da linha divisória dos 50 pontos. A queda mais expressiva foi observada na demanda, que caiu 1,7 pontos. Os menores recuos foram observados nas perspectivas de exportação e compras de matérias-primas, ambos com queda de 0,2 ponto.


De acordo com a CNI, os empresários brasileiros estão reavaliando suas expectativas. A maioria dos índices registra queda há três meses. Ainda há otimismo, mas as perspectivas são cada vez menos positivas. As perspectivas da intenção de investir do empresário catarinense pioraram na passagem de abril para maio, registrando 64,4 pontos, uma queda de 2,3 pontos.


O índice de intenção de investimento recuou 1,2 ponto em maio, para 52,5 pontos. Com a terceira consecutiva, o índice acumula recuo de 4,1 pontos. O indicador é 0,3 ponto maior que o registrado em maio de 2018, e encontra-se 3,5 pontos acima da média histórica.

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001