Estabilidade Básica nos Momentos de Crise

Atualizado: Abr 1

A situação atual que vivenciamos, forçando as organizações a repensarem sua atuação, a estabilidade básica tem importância fundamental. A previsibilidade e disponibilidade constante de matéria-prima, mão-de-obra, máquinas e método de trabalho – 4M´s, requer uma rápida tomada de decisão dos gestores para que a produção funcione dentro das métricas definidas, com o mínimo desperdício. A área de suprimentos deve estar próxima de seus fornecedores para que os impactos em desabastecimento sejam minimizados.




A mão de obra deve ser balanceada considerando os ajustes, a demanda real e a saúde dos colaboradores.


A capacidade de produção instalada dos equipamentos deve ser revista, mantendo em funcionamento apenas a quantidade de equipamentos necessários para atender a nova demanda. O método de trabalho deve estar claro em forma de procedimentos de trabalho padronizado.


Uma boa dica para este momento é reavaliar e se necessário redefinir o propósito de sua organização, aplicar a melhoria contínua dos métodos e processos implementando kaizens, capacitando e tornando a mão de obra polivalente.



Luis Francisco de Souza (SENAI SC) luis.souza@sc.senai.br


  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001