Em outubro, Santa Catarina é o segundo estado que mais gera empregos no Brasil

Atualizado: 22 de Nov de 2018

O mercado de trabalho de Santa Catarina registrou a abertura de 9.743 vagas com carteira assinada em outubro de 2018. Esse desempenho foi o 2º melhor do Brasil no mês, o que se associa ao 4º lugar no saldo de empregos total do ano, com 54.854 novos postos de trabalho. Na indústria de transformação, o desempenho catarinense mantém o 2º lugar no mês, com 1.770 vagas de emprego, enquanto no acumulado o saldo total industrial é de 22.501, ocupando o 2º lugar do Brasil, atrás de São Paulo. Os setores de destaque no mês são Alimentos e Bebidas, Mecânico e Madeira e Mobiliário.



Os dados divulgados pelo CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – mostraram que o mercado de trabalho em Santa Catarina admitiu 86.493 trabalhadores e desligou 76.750 em outubro de 2018, o que resultou no saldo de 9.743, variação de 0,49% em relação ao volume do mês anterior. Entre os grandes setores, consolidam-se os resultados da Indústria de Transformação (com saldo de 1.770), bem como o Comércio (4.049), os Serviços (3.159) e a Agropecuária (761). No acumulado de 2018, a economia catarinense criou 54.854 postos de trabalho.


Na Indústria de Transformação, em outubro de 2018, o saldo foi de 1.770, variação de 0,27% em relação ao estoque do mês anterior, colocando o Estado no 2º lugar entre as UF’s, enquanto que em primeiro lugar ficou Alagoas (2.405). Em Santa Catarina, o líder no mês é o setor Alimentos e Bebidas, com 614 novos postos de trabalho, também se destacam os setores Mecânico (514 vagas) e Madeira e Mobiliário (346).



Em 2018, a indústria de transformação acumula saldo de 22.501 empregos, com o destaque ao setor Madeira e Mobiliário, que soma 4.280 vagas. As atividades relacionadas a Alimentos e Bebidas e Têxtil e Vestuário se destacam como o segundo e terceiro setores que mais geraram vagas no ano, 3.808 e 3.242, respectivamente.




No comparativo com os meses de setembro dos oito anos anteriores (2010-2018), percebe-se que o mês de outubro foi impactado pela recessão econômica durante os anos de 2014 a 2016, enquanto que os dois últimos anos se apresentam com variação positiva. Ainda que aquém do desempenho de 2017, o resultado do mês atual é superior aos anos de 2012 a 2016. No ano, o saldo de empregos acumulado se solidifica com desempenho inferior ao de 2017, movimento que passou a ocorrer após o mês de julho e vem se perpetuando até o momento, o que sinaliza a lenta retomada do crescimento econômico catarinense.


O gráfico 3 mostra os maiores destaques (positivos e negativos) no saldo total de empregos no ano para os municípios catarinenses. Os três maiores desempenhos ficaram entre Joinville (9.081), Blumenau (4.031) e Brusque (3.405). Do lado oposto ficaram Balneário Camboriú (-943), Florianópolis (-453) e Araranguá (-299).


No mês, destacam-se Joinville com o maior saldo em termos absolutos (1.431 novos postos de trabalho), seguido por Blumenau (com 498) e Balneário Camboriú (com saldo de 395). O desempenho inferior fica para São José, com uma perda de -121 postos. Além dele, Mafra (-96) e Navegantes (-35) também tiveram desempenho negativo.


Brasil e outros estados


Em outubro de 2018, o Brasil apresentou expansão do emprego formal, com um saldo de 57.733 postos de trabalho. Este valor é resultado do avanço de 6 dos oito setores de atividades considerados no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, tendo principal destaque o Comércio (34.133), seguido dos Serviços (28.759 postos) e da Indústria de Transformação (7.048).


No emprego total do mês, o saldo foi puxado pelo crescimento em 4 regiões: Sul (25.999), Sudeste (15.988), Nordeste (13.426) e Norte (2.379). Entre os estados, a liderança é assumida por São Paulo, que criou 13.088 novos postos. Em segundo lugar está Santa Catarina (9.743), seguido de Rio Grande do Sul (9.319) e Paraná (6.937). No desempenho nacional dos estados do Sul, durante o acumulado do ano, Santa Catarina encontra-se no 4º lugar, enquanto o Paraná se encontra no 3º (61.566) e o Rio Grande do Sul no 8º (31.500).




  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001