Dólar acima de R$ 4,20 é destaque no Monitor de Economia do Observatório


Os monitores tecnológicos desenvolvidos pelo Observatório da Indústria Catarinense, acompanham as tendências tecnológicas e de mercado voltadas às áreas. Segue destaques no Monitor de Economia de 21/11/2019.


Na segunda-feira (18/11), o dólar alcançou sua maior cotação nominal da história chegando a R$ 4,20. Se continuar subindo, a alta da moeda americana deve pressionar a inflação comprometendo a importação de produtos. Como aproximadamente 18% do que é consumido no Brasil vem de fora ou é cotado pela moeda americana, ocorre um efeito cascata em toda a economia.


No dia seguinte após a alta, a Petrobras anunciou o reajuste de 2,8% no preço da gasolina nas refinarias, alcançando R$ 1,84 por litro. Apesar da alta cotação da moeda americana, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) mostra que o empresário brasileiro está otimista e confiante. O índice aumentou 3,2 pontos frente a outubro e alcançou 62,5 pontos, informa a pesquisa divulgada nesta quarta-feira (20/11) pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). Os indicadores do ICEI variam de zero a cem pontos. Quando estão acima de 50 pontos mostram que os empresários estão confiantes.


De acordo com a CNI, a confiança melhorou em todas as regiões do país está baseada tanto no sentimento de melhora da situação corrente como nas expectativas para os próximos seis meses, impulsionadas pela eleição do governo atual. De acordo com a pesquisa a confiança é maior nas médias e grandes empresas, nestas o ICEI alcançou 62,8 pontos, enquanto em pequenas empresas o indicador chegou a 61,5 pontos.


Fonte: Correio Braziliense e Observatório Analisa

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001