Crítica de Trump ao Brasil e alta da produção da indústria química em destaque (02/10)



O presidente dos EUA, Donald Trump, criticou o Brasil durante evento em que detalhava o novo acordo comercial entre EUA, México e Canadá, conforme noticiou o Valor Econômico. A crítica se refere ao que dominou tratamento injusto dado pelo Brasil às empresas norte-americana. O jornal ainda destaca que o secretário de Comércio Exterior do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), Abrão Árabe Neto, afirmou que o governo brasileiro vai buscar entender em detalhes as manifestações feitas por Trump. Depois dessa crítica, o Brasil corre o risco de virar alvo de umas ação comercial por parte dos EUA.

No cenário econômico nacional, a alta de 1,42% da produção da indústria química é destaque, noticiou o Estado de Minas. Os principais indicadores revelam que os volumes de produção de químicos de uso industrial cresceram 9,08% no segundo quadrimestre em comparação com os quatro primeiros meses do ano. Na comparação com o segundo quadrimestre de 2017, o segmento também exibiu resultados positivos: a produção cresceu 1,42%, as vendas internas 0,75% e o consumo aparente nacional 1,3%.

Confira todas as matérias de destaque nesta terça-feira:


Economia

Economistas aumentam projeção de inflação em 2018 e veem dólar a R$ 3,89 - UOL


Preço do etanol sobe em 19 Estados e no DF, diz ANP - R7


Com baixa demanda na América do Sul, Ford deixará de produzir Focus na Argentina - Estado de Minas


Produção da indústria química cresce 1,42% no 2º quadrimestre - Estado de Minas


Internacional

Donald Trump critica relações comerciais com o Brasil - R7


Trump critica Brasil ao falar do comércio global - O Globo


Brasil está aberto ao diálogo com os EUA, diz Itamaraty - G1


Desemprego cai a 8,1% em agosto na zona do euro, menor nível em 10 anos - G1


Por que a Argentina está entre as 5 economias mais frágeis do mundo - UOL


Política

Em 100 dias, novo presidente terá de tomar 36 decisões urgentes na economia - Metro Jornal


Pesquisa Ibope para presidente: Bolsonaro, 31%; Haddad, 21%; Ciro, 11%; Alckmin, 8%; Marina, 4% - G1


Moro libera delação onde Palocci diz que Lula sabia de corrupção na Petrobras - El País

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001