Coronavírus: Sondagem especial da indústria

O Observatório FIESC está monitorando diariamente a evolução dos casos de pessoas infectadas pelo coronavírus, a velocidade de disseminação e os possíveis impactos sobre o setor industrial de Santa Catarina. Para isso, foi realizada uma sondagem à indústria catarinense a fim de identificar as ações que estão sendo tomadas pelos industriais para amenizar o impacto do isolamento e suspensão de atividades econômicas.






A pesquisa foi iniciada em 05 de março de 2020 , o que demonstra certo atraso em algumas respostas. Entretanto, o impacto do coronavírus sobre as atividades industriais foi apontado como médio e alto por grande parte dos respondentes. Desde o início da contaminação nos principais países, identificou-se que a maioria dos respondentes tinham dependência na compra de insumos de países como China, Estados Unidos, Itália e Alemanha – que atualmente estão na lista dos mais afetados pelo Covid-19. Além destes, destaca-se a relação da atividade industrial catarinense com os países da América Latina como, por exemplo, Colômbia, Argentina, México e Chile.


Para se anteciparem às paralisações que ocorreram fora do Brasil, inicialmente, os industriais procuraram fornecedores no mercado interno (conforme disponibilidade de cada produto), antecipação das importações e aumento de estoques. Além disso, foram revistos o planejamento e a execução de projetos, de modo a reorganizar o cumprimento de metas e entregas.

Atualmente, algumas indústrias adotaram o regime de férias coletivas; o trabalho remoto para funcionários de áreas administrativas; e a liberação para o isolamento preventivo às pessoas pertencentes aos grupos de risco, que realizavam atividades nas unidades fabris.

No que se refere às práticas internas, os industriais indicaram mudanças nas rotinas diárias como, por exemplo, distribuição de álcool em gel aos funcionários; criação de comitês de crises; definição de responsáveis pelo acompanhamento da saúde do trabalhador; divulgação de conteúdos sobre o vírus para conscientizar o trabalhador; e a suspensão de viagens a trabalho.

A sondagem continua sendo realizada, o que mantém o Observatório FIESC na sua atividade diária de monitoramento da evolução dos casos e do impacto sobre as atividades industriais em Santa Catarina, bem como as estratégias para amenizar o agravamento das paralisações e evitar uma maior proliferação de casos de pessoas infectadas pelo Covid-19.


  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001