Coronavírus: BNDES lança medidas emergenciais para apoiar empresas e trabalhadores


A estimativa do Banco é que, com as ações, 55 bilhões de reais sejam injetados na economia



O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou neste domingo (22), uma série de ações para auxiliar empresas que trabalhadores que sofrem os impactos econômicos da pandemia do novo coronavírus.Confira as principais medidas, que chegam a 55 bilhões de reais:


1. transferência de recursos do Fundo PIS-PASEP para o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no valor de R$ 20 bilhões;

2. suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos diretos para empresas no valor de R$ 19 bilhões;

3. suspensão temporária de pagamentos de parcelas de financiamentos indiretos para empresas no valor de R$ 11 bilhões;

4. ampliação do crédito para micro, pequenas e médias empresas (MPMEs), por meio dos bancos parceiros, no valor de R$ 5 bilhões. Com a ação, haverá o aumento do limite máximo de crédito de 10 milhões para 70 milhões.

As iniciativas têm o objetivo de apoiar os trabalhadores diretamente, com a possibilidade de novos saques do FGTS e indiretamente, ao ajudar na manutenção de mais de 2 milhões de empregos com aumento da capacidade financeira e preservação de 150 mil empresas.  Os R$ 55 bilhões que serão injetados na economia representam quase a totalidade dos desembolsos do BNDES em todo o ano de 2019.


::::::: Saiba mais no site do BNDES


Com informações do BNDES

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001