Atividade Econômica de SC mantém crescimento e se aproxima de 3% no ano

O Índice de Atividade Econômica Regional de Santa Catarina (IBCr-SC), calculado pelo Banco Central do Brasil e considerado como uma prévia do PIB, cresceu 1,17% na passagem de junho para julho, contra 0,57% observado no Brasil. Esse crescimento considera os índices ajustados sazonalmente.

O crescimento de 0,57% do IBC-BR, em relação a junho, superou as projeções dos analistas do jornal Valor Econômico, que apontavam uma alta de apenas 0,05%, dado o comportamento fraco registrado no mês dos indicadores de produção (-0,2%), vendas do varejo (-0,4%) e prestação de serviços (-2,2%).


As baixas expectativas também estão relacionadas com o ritmo lento de expansão observada na economia brasileira. No Boletim Focus, divulgado também nesta segunda-feira (17/09) pelo Banco Central, a projeção de crescimento do PIB de 2018 recuou de 1,44% para 1,36%.

Em Santa Catarina, quando comparado com julho de 2017, a atividade econômica cresceu 4,23%. Em 12 meses até julho, o avanço foi de 3,96%. Os números do Banco Central ainda mostram que, no acumulado do ano, o indicador do nível de atividade catarinense registrou uma expansão de 2,79%.


No cenário nacional, a variação mensal também foi positiva, de 2,56%, enquanto que a variação de janeiro a julho de 2018 em relação ao mesmo período do ano anterior foi de 1,19%, na série sem ajustes sazonais. Pela mesma série, o IBC-Br apresenta alta de 1,46% nos 12 meses encerrados em julho.

Foto: Pedro Revillion/Palácio Piratini


  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001