As principais tendências de superalimentos de 2019


Agora que estamos bem em 2019, os "superalimentos" estão se tornando cada vez mais populares, com os consumidores demonstrando uma preocupação crescente com a saúde e o bem-estar deles.


Os superalimentos, apesar de serem um termo não científico, são popularmente considerados alimentos que são benéficos para a saúde ou o bem-estar de uma pessoa e fornecem valor alimentar. De acordo com a Mordor Intelligence, o mercado mundial de superalimentos deverá crescer 7% (CAGR) em 2019-2023.


Aqui nós exploramos como as mudanças nos superalimentos têm, e continuarão a dominar as tendências alimentares ao longo de 2019.


Alimentos Fermentados


Vimos recentemente um aumento na popularidade de alimentos fermentados, tanto pelo seu sabor único quanto pela crescente preocupação do consumidor em relação à saúde intestinal. Durante o processo de fermentação, crescem boas bactérias que ajudam a fortalecer a saúde digestiva, promovem a saúde do coração e até mesmo alegam que ajudam a reduzir os sintomas da depressão.


De iogurte de kefir a kimchi e miso a kombucha, as qualidades probióticas dos alimentos fermentados são satisfeitas com outros benefícios, como enzimas, vitaminas do complexo B e ácidos graxos ômega-3.


Como o processo de fermentação é natural, está se tornando um método desejado para atender às expectativas dos consumidores quanto aos ingredientes de 'rótulo limpo'.


Óleos superalimentares


Os consumidores estão ficando mais cautelosos com a quantidade de óleo que estão usando ao cozinhar. Embora seja verdade que os óleos hidrogenados, como o óleo de girassol ou de canola, têm alguns efeitos potencialmente prejudiciais, os óleos de superalimento são óleos naturais.


As propriedades anti-inflamatórias e altos níveis de antioxidantes no azeite extra-virgem são amplamente conhecidos. No entanto, estamos agora vendo o azeite ficar em segundo plano, à medida que outros óleos, notadamente o óleo de abacate e suas propriedades enriquecedoras da pele, tomam o primeiro plano.


Óleos de nozes, como a macadâmia e a amêndoa, também apresentam benefícios, incluindo altos níveis de ômega-3, gorduras monoinsaturadas e vitamina E.


Recentemente, o óleo CBD também experimentou um aumento na popularidade, uma vez que ganha força dentro do espaço de saúde e bem-estar, com seus efeitos variando de alívio da dor e anti-inflamatório para combater as condições de saúde mental, como ansiedade.


Super sementes


As sementes são extremamente nutritivas e, nos últimos anos, vimos os gostos de linhaça e chia se popularizarem. Sua popularidade cresceu, pois contêm uma infinidade de vitaminas, minerais e gorduras saudáveis e são boas fontes de fibras.


No entanto, 2019 tem visto um novo grande concorrente no cenário de sementes de superalimento: sementes de melancia. As sementes de melancia são ricas em nutrientes e baixas em calorias, tornando-as uma opção atraente para lanches. Eles são ricos em proteínas e cheios de magnésio, ferro, potássio e ácido fólico.


Proteínas


Já sabemos o quanto a proteína é importante para o corpo humano, por exemplo, para ajudar a reparar o tecido, fabricar substâncias químicas do corpo, como enzimas, ossos, músculos e pele, e até ajudar no crescimento do cabelo.


Carne e ovos são fontes primárias conhecidas de proteína, mas com dietas veganas, vegetarianas e até mesmo flexitárias, 2019 está abrindo o caminho para proteínas baseadas em plantas. Em particular, as alternativas de carne à base de plantas tornaram-se um grande favorito.


Também vale a pena mencionar a chamada "nova quinoa", o trigo Freekeh. O grão recentemente cresceu em popularidade, já que contém quase o dobro da quantidade de proteína e fibra que a quinoa tem.


Pós


O Pinterest declarou que o superalimento em pó é uma das principais tendências para 2019, e seus pós de proteínas à base de plantas são a vanguarda dessa tendência.

Um dos mais comentados é o pó de Moringa, que é considerado uma das plantas mais ricas em nutrientes do mundo. Ele contém quase três vezes o ferro de uma xícara de espinafre cru e uma quantidade considerável de vitamina A, tornando-o ótimo para aqueles que sofrem de fadiga. Moringa também possui uma série de outros benefícios, como ajudar na imunidade, crescimento muscular, ossos e estresse.

Cânhamo em pó, como acontece com muitos outros produtos à base de cânhamo, também está se tornando cada vez mais popular. Além de ser uma fonte de potássio, é rica em magnésio, ferro, zinco, cobre, ácidos graxos ômega-3 e proteínas.


Conclusões


Até agora, 2019 nos trouxe uma série de novos superalimentos - queijo cottage, algas marinhas e sardinhas são alguns outros alimentos previstos para este ano. Suas características densas em nutrientes se mostraram populares entre os consumidores preocupados em manter um estilo de vida saudável.


Para saber mais sobre a notícia: As principais tendências de superalimentos de 2019 acesse aqui


Fonte: FoodBev Media, 2019. Fotos: Google

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Iniciativa da FIESC - Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001