Navegue pelos setores

BC-ICON.png
CERAM_ICON.png
CP_ICON.png
CC_ICON.png
ECONOMAR_ICON.png
ENE_ICON.png
INDEM_ICON.png
MEIO_ICON.png
MMM_ICON.png
MM_ICON.png
PQP_ICON.png
SAUDE_ICON.png
TIC_ICON.png
TC_ICON.png

COMPETITIVIDADE DE SANTA CATARINA

Santa Catarina, tem mostrado altos índices de desenvolvimento, sendo o 1º lugar em saúde e desenvolvimento social, além de ocupar o 2º lugar nos quesitos juventude, saúde e educação e o 4º em segurança.

Índice dos Desafios da Gestão Estadual (IDGE)

Criado pela Macroplan, o Índice dos Desafios da Gestão Estadual (IDGE) segue metodologia semelhante à do IDH (PNUD), agregando variáveis para compor uma medida que varia de zero a um. Esse indicador é construído a partir de indicadores-síntese de diversas áreas, tais como: educação, saúde, segurança, infraestrutura, desenvolvimento econômico, desenvolvimento social, juventude, condições de vida e institucional.

Os últimos resultados, divulgados em 2018, apontavam Santa Catarina como o 2º colocado no IDGE (0,637), atrás somente de Brasília (0,668). Além da 2ª posição no indicador geral, o Estado obteve os melhores resultados para o desenvolvimento social.

DESENVOLVIMENTO SOCIAL

SANTA CATARINA

DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

SAÚDE

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

JUVENTUDE

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

CONDIÇÕES DE VIDA

SANTA CATARINA

1° SÃO PAULO

EDUCAÇÃO

SANTA CATARINA

1° SÃO PAULO

SEGURANÇA

SANTA CATARINA

1° SÃO PAULO

INFRAESTRUTURA

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

22°

INSTITUCIONAL

SANTA CATARINA

1° SERGIPE

Ranking de Competitividade dos Estados

Outro indicador que compara o nível de desenvolvimento das Unidades Federativas é o Ranking de Competitividade dos Estados, criado pelo Centro de Liderança Pública (CLP). O índice, ao considerar variáveis como segurança pública, seguridade social, infraestrutura, educação, solidez fiscal, eficiência da máquina pública, capital humano, inovação, potencial de mercado e sustentabilidade ambiental, mede a atratividade dos Estados para grandes investimentos. 

Santa Catarina vem aumentando sua posição no ranking desde 2011, quando ocupava o 7º lugar.

Passou para 6º em 2012, permanecendo até 2013. Em 2014 subiu para 5º e em 2015 saltou para 3º lugar, ficando nele até 2016. Em 2017 ocupou a 2ª posição, atrás apenas de São Paulo e mantém esta posição em 2019.

 

Na composição do resultado final, Santa Catarina obteve o 1º lugar em sustentabilidade social e segurança pública, além do 3º lugar em educação e inovação, 4º em infraestrutura, 7º em capital humano e em eficiência da máquina pública.

SEGURANÇA

PÚBLICA

SANTA CATARINA

EDUCAÇÃO

SANTA CATARINA

1° SÃO PAULO

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

EFICIÊNCIA DA

MÁQUINA PÚBLICA

SUSTENTABILIDADE

SOCIAL

SANTA CATARINA

INOVAÇÃO

SANTA CATARINA

1° SÃO PAULO

POTENCIAL DE MERCADO

SANTA CATARINA

1° RORAIMA

1° SÃO PAULO

SANTA CATARINA

INFRAESTRUTURA

CAPITAL HUMANO

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

10°

SANTA CATARINA

1° DISTRITO FEDERAL

RANKINGS GERAIS

INFRAESTRUTURA

maior gerador de eletricidade através da lenha (EPE, 2017)

maior taxa de iluminação pública 100%

estado com maior número de veículos (DENATRAN, 2017)

11º maior gerador de energia elétrica (EPE, 2017)

SOCIODEMOGRÁFICO

maior expectativa de vida. 79,6 anos (IBGE, 2018)

menor taxa de mortalidade infantil. 8,6 por mil  (IBGE, 2018)

10º em população. 7.075.494 habitantes (IBGE, 2018)

DESENVOLVIMENTO HUMANO

menor índice de Gini. 0,421 (PNAD, 2017)

menor proporção de jovens que não estudam e não trabalham. 14,3% (IBGE, 2017)

melhor nota no IDEB do ensino médio. 5,2 (INEP, 2017)

menor Taxa de abandono no Ensino Fundamental. 0,4% (INEP, 2017)

menor Taxa de Distorção Idade-série no Ensino Medio. 22,7% (INEP, 2017)

maior IDH. 0,816% (INEO, 2016)

melhor nota no IDEB do ensino médio. 6,5 (INEP, 2017)

melhor resultado no PISA. 412 pontos (OCDE, 2015)

menor Taxa de Distorção Idade-Série no Ensino Fundamental. 13,3% (INEP, 2017)

melhor nota no IDEB do ensino médio. 4,1 (INEP, 2017)

PESQUISA E INOVAÇÃO

maior número de grupos de pesquisa. 1.862 grupos (DGP/CNPQ, 2016)

maior participação na propriedade industrial. 9.207 registros (DGP/CNPQ, 2016)

7º maior percentual de pesquisadores doutores. 6766 (DGP/CNPQ, 2016)

AGROPECUÁRIA

maior abate de suínos. 11,5 milhões (IBGE, 2017)

maior produtor de suínos. 8,1 milhões (IBGE, 2017)

maior abate de frango. 859,6 milhões (IBGE, 2017)

maior produtor de galináceos. 153,7 milhões (IBGE, 2017)

maior produtor de leite. 2,9 bilhões de litros (IBGE, 2017)

maior produtor de mel de abelha. 4,2 bilhões de kg (IBGE, 2017)

maior produtor de ovos de galinha. 260 milhões de dúzias (IBGE, 2017)

ECONOMIA

menor taxa de desocupação. 6,2% (IBGE, 3 trim. 2018)

maior proporção de pessoas de 16 anos ou mais em empregos formais. 75,6% (PNAD, 2015)

maior percentual de empregos na indústria. 34% (RAIS, 2018)

maior importador. US$ 12,5 bilhões (MDIC, 2017)

maior PIB per capita. R$ 37.638 (IBGE, 2015)

2ª maior renda média do trabalho. R$ 2.170 (PNAD, 2015)

maior PIB. R$ 256,66 bilhões (IBGE, 2016)

maior VBPI. R$ 139,5 bilhões (IBGE, 2016)

maior VTI. R$ 60,4 bilhões (IBGE, 2016)

maior exportador. US$ 8,5 bilhões (MDIC, 2017)

18º maior produtividade da indústria de transformação. R$ 92,9 mil (IBGE, 2016)

  • Facebook - Círculo Branco
  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina

Rod. Admar Gonzaga, 2765 - Florianópolis/SC - 88034-001